"Gosto de dizer. Direi melhor: gosto de palavrar. As palavras são para mim corpos tocáveis, sereias visíveis, sensualidades incorporadas." (Bernardo Soares)
publicado por Departamento de Língua Portuguesa | Quarta-feira, 26 Março , 2014, 16:29
Quero te ter quero te amar quero partilhar o meu respirar.
És fonte do meu viver és nova luz do longe amanhecer. 
És doce tentação, levas-me  à loucura num tal sentimento que para toda a vida dura.
Quando vou  na rua sozinho, mas sozinho não estou, pois tu caminhas comigo no luar de São Martinho.
Sentes aquele amor tal igual a um doce e tímida flor. 
Eu que sou apenas camponês longe de ar realeza morro por ti princesa do meu destino mais que destino és cidade dos meus anjos.

 

Francisco Duarte, 10.º A


Blogue do Departamento de Língua Portuguesa do Colégio de Nossa Senhora do Rosário
Pesquisa Literária

Conto Colégio

Textos de Alunos

pesquisar neste blogue