"Gosto de dizer. Direi melhor: gosto de palavrar. As palavras são para mim corpos tocáveis, sereias visíveis, sensualidades incorporadas." (Bernardo Soares)
publicado por Departamento de Língua Portuguesa | Sexta-feira, 13 Maio , 2011, 18:35

 

Muitos dizem que o mundo está numa situação muito problemática, mas são poucas as pessoas que tentam que o mundo fique melhor. Somos nós que fazemos um mundo melhor, somos nós que fazemos a máquina de fazer sorrisos e somos nós que a pomos a trabalhar. Podemos começar a fazer isso agora, a partir deste momento. Nós podemos fazer a diferença e somos nós que escolhemos o mundo em que queremos viver. Não me refiro a um mundo perfeito, mas sim a um mundo melhor do que este, que nem os direitos humanos consegue respeitar. Às vezes, parece que não conseguimos valorizar a obra mais perfeita que Deus “esculpiu”: o Homem. Parece que todo o esforço que foi preciso se desvanece como um castelo de cartas.

Bem, uma coisa é certa, a nossa teimosia e a nossa “falta de respeito” pela natureza e pelo mundo vai pagar-se da pior forma possível.

Deixo aqui um alerta, sobre o qual eu próprio também vou reflectir. Temos que nos esforçar mais para “construir” a tal máquina de fazer sorrisos e tornar este mundo melhor.

 

Filipe Ribeiro, 8.ºC


Blogue do Departamento de Língua Portuguesa do Colégio de Nossa Senhora do Rosário
Pesquisa Literária

Conto Colégio

Textos de Alunos

pesquisar neste blogue