"Gosto de dizer. Direi melhor: gosto de palavrar. As palavras são para mim corpos tocáveis, sereias visíveis, sensualidades incorporadas." (Bernardo Soares)
publicado por Departamento de Língua Portuguesa | Quinta-feira, 07 Outubro , 2010, 15:22



Excertos de “O Guardador de Rebanhos”, de Alberto Caeiro, declamados por Mário Viegas.


Como se pode ver pelo rascunho do poema inicial, os poemas não foram escritos “a fio, numa espécie de êxtase”, como Fernando Pessoa assumiu em carta a Adolfo Casais Monteiro. Toda a escrita é um exercício de reescrita.

tags:

Blogue do Departamento de Língua Portuguesa do Colégio de Nossa Senhora do Rosário
Pesquisa Literária

Conto Colégio

Textos de Alunos

pesquisar neste blogue