"Gosto de dizer. Direi melhor: gosto de palavrar. As palavras são para mim corpos tocáveis, sereias visíveis, sensualidades incorporadas." (Bernardo Soares)
publicado por Departamento de Língua Portuguesa | Quarta-feira, 22 Outubro , 2014, 08:46

iPencil.jpg

Triste, cheio de companhia, mas triste. Este lápis tem amigos, mas é triste. 

Ouve os professores a ralhar e vê os alunos a fazerem asneiras.

Gosta de se vestir a rigor, gosta de caminhar e de escrever.

Anda descalço, para sentir as folhas, as pedras, os livros, tudo.

Vai todas as manhãs da semana trabalhar e volta à tarde, para descansar.

Foi a todos os sítios da escola e já viu todos os sentimentos.

Viveu aventuras fantásticas no trabalho, em casa e nos treinos.

Mas ele nunca fez muitas coisas, nunca cheirou as flores do campo, nem provou pães, bolos, nada, e nunca fez a maior aventura de todas: amar, casar e construir uma família.

 

Nuno Leite Faria, 7.º B

tags: ,

Blogue do Departamento de Língua Portuguesa do Colégio de Nossa Senhora do Rosário
Pesquisa Literária

Conto Colégio

Textos de Alunos

pesquisar neste blogue